Conselho da Mulher Empresária da Aciu traça metas de trabalho

08/04/2013

 

Criado em 1992 por um grupo de empreendedoras que queria fazer um pouco mais para o desenvolvimento econômico e social de Umuarama, o Conselho da Mulher Empresária e Executiva da Aciu é forte e atuante. Dentre as muitas atribuições, é responsável por organizar a Feira Ponta de Estoque, o maior evento de vendas do varejo do Noroeste do Paraná. Para se fortalecer cada vez mais, ele se reestrutura, se renova e pede a participação de mais mulheres.

 

Em reunião realizada na manhã da última quinta-feira (4), que contou com a participação de 30 mulheres, foi discutida a importância do fortalecimento do Conselho através da adesão de novas empresárias, que tragam ideias e possam dedicar um pouco de seu tempo para o objetivo comum de fazer crescer este importante braço da entidade. “Muitas coisas podem ser feitas quando as boas ideias são colocadas em prática. Nós, mulheres, sabemos bem como atuar na administração e resolução de conflitos, por isso tenho certeza de que podemos fazer grandes coisas tanto para o fortalecimento do Conselho e da Aciu, quanto de nossa cidade e região”, observou Cristiane Revesso Peixoto, presidente do Conselho.

 

Cobrar ações para o fortalecimento da economia e se envolver em lutar pelo bem da comunidade são apenas dois dos objetivos principais do Conselho, lembrou Irene Dias Cardoso, ex-presidente e atuante na diretoria da Aciu. “Não podemos pensar só em nosso mundo particular, precisamos de pensar para o coletivo, com nosso sentido prático, na organização de eventos, parcerias e lutas em comum com quem preza pelo bem da cidade”, destacou.

 

Irene ressaltou que falta a Umuarama mais união entre os setores produtivos, as entidades representativas, a administração pública e a população em geral. “Precisamos ser como as pessoas do Oeste e do Sudoeste, que têm a cultura do cooperativismo, da união de forças. Precisamos ser bairristas, lutar por objetivos que nos engrandeça a todos. Nossa cidade já viveu ciclos bons e ruins e não podemos nos omitir nesse momento. Para resumir, precisamos meter a mão na massa”, opinou, sendo bastante elogiada pelas presentes.

 

 

 

Conquistas

 

Conceição Müller, que também presidiu o Conselho e sempre faz questão de participar dos encontros, lembrou que o Sicoob (Cooperativa de Crédito) nasceu por uma sugestão do Conselho da Mulher Empresária. “Temos de ter a consciência, nós mulheres, que somos maioria em população e em número de empresárias no comércio, por isso temos de pensar e criar por nós mesmas. Sabemos que isso é possível”, afirmou.

 

Já Valdete Toninato, ex-presidente do Conselho e pastora da Comunidade Evangélica de Umuarama, frisou que o envolvimento de todas pelo bem comum só pode trazer bons resultados. “Quando começamos, só havia Conselho da Mulher em 4 cidades do Paraná. Fomos pioneiras, demos murro em ponta de foca, erramos, caímos, mas aprendemos que com união e determinação, tudo pode ser realizado”, aconselhou, acrescentando a frase “Quer paz na sua vida? Lute pela paz na sua cidade”.

 

Para incentivar a participação de mais mulheres no Conselho, a empresária Tania Reis, da Primer Panfletos, ressaltou ainda que o tempo dedicado ao trabalho do grupo é realmente compensador. “Pense que se vocês dedicarem uma hora de seu tempo por mês para o Conselho da Mulher, será de grande valia para nosso fortalecimento e muito compensador como ser humano e como cidadão. Uma hora por mês vai fazer toda a diferença, acreditem”, finalizou.

 

 

 

 

 

Clique para ampliar a foto
Praça Hênio Romagnolli, 3800 87501-190 - Umuarama/PR
Telefone

  • 44 3621-6700
  • 44 98422-1493
Facebook Twitter
Prestige