Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama
2ª via de boleto | COB online | SPC Brasil | NF-e

SICREDI

Colaboradores da Aciu participam de oficina de educação financeira

Evento é iniciativa do Comitê Nacional de Educação Financeira do Banco Central


legenda
Colaboradores da Aciu participam de oficina de educação financeira
A 6ª edição da Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF) acontece entre os dias 20 e 26 de maio em todo o país e a cooperativa financeira Sicredi tem forte participação no evento, que tem como objetivo estimular o debate sobre o tema na sociedade.
Priscila Segantini e Jamile Fagundes, agentes administrativas da agência do Sicredi de Umuarama, visitaram a Aciu esta semana representando o Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef), do Banco Central, onde apresentaram a oficina “Cooperação Na Ponta do Lápis”, com dicas sobre como deixar a vida financeira mais saudável.

Segundo Priscila, além de disseminar o tema educação financeira, o objetivo é aumentar a consciência sobre a importância de ter uma vida financeira equilibrada. “É importante saber que não adianta sonhar, é preciso planejar. É preciso ter objetivos definidos e sonhar com grandes realizações. Elas nunca passarão de sonhos sem um planejamento que garanta o uso inteligente de seu dinheiro”, disse.

Dentre as dicas apresentadas pelas agentes voluntárias, destaque para: “1) Separe um valor mensal para seus objetivos; 2) Quanto antes começar a planejar e a poupar, mais rendimentos você terá; 3) Faça um orçamento para saber exatamente seus ganhos, gastos e economias; 4) Defina o essencial e reduza ao máximo os gastos supérfluos; 5) Não se esqueça de contar com os imprevistos em seu orçamento; e 6) Discipline-se: coloque a ação acima da emoção e da vontade”.

No ambiente virtual, as dicas para uma vida financeira mais saudável estão concentradas em um espaço permanente, dedicado exclusivamente ao tema, que está hospedado no site do Sicredi em www.sicredi.com.br/educacaofinanceira.

“A página inclui conteúdos voltados aos jovens, como histórias interativas que contam a origem do dinheiro, materiais para oficinas com grupos de crianças, livros, e-books e vídeos, além de um teste para descobrir seu perfil financeiro e compartilhar o resultado nas redes sociais”, finaliza Priscila.