ACIU - Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama
2º Via de boleto COB-Online SPC Brasil NF-e

Cuidados redobrados

Prefeito reforça pedido de apoio a medidas preventivas contra Covid-19

Pozzobom solicita o empenho na conscientização e fiscalização sobre o cumprimento das medidas preventivas


O prefeito Celso Pozzobom e a secretária municipal de Saúde, Cecília Cividini, ao lado do promotor público Marcos Antônio de Souza, reuniram representantes de variados segmentos do comércio e indústria de Umuarama para solicitar o empenho dos empresários na conscientização e fiscalização sobre o cumprimento das medidas preventivas dentro das empresas, por parte de funcionários e clientes.

Uma primeira reunião foi realizada na segunda-feira, com representantes de restaurantes e lanchonetes, e outro momento aconteceu nesta terça, no Anfiteatro da Prefeitura, para discutir a situação da pandemia de Covid-19 na cidade com representantes do comércio, indústria, postos de combustíveis, mercados e lojas de materiais de construção, entre eles o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (Aciu), Orlando Santos, e o presidente do Sindilojistas, José Carlos Strassi. 

“Precisamos do apoio de todos para manter a situação controlada. Temos visto muitos relaxarem, circulando sem máscara pelo comércio, realizando aglomerações, festas familiares e até empresários dando maus exemplos em seus estabelecimentos. A fiscalização está intensificada, mas precisamos do apoio dos comerciantes em respeitar as recomendações e orientar colaboradores e a clientela”, solicitou o prefeito Celso Pozzobom. 

Umuarama tem hoje dois pacientes internados em UTI com a Covid-19 e nove pessoas em isolamento domiciliar, além de um óbito. Do total de 52 casos positivos, 40 estão recuperados. Dentre as 776 notificações, 617 suspeitas já foram descartadas e há ainda 107 pessoas com suspeita da doença (uma hospitalizada e as demais em isolamento). 

“Os números aparentam tranquilidade, mas devemos lembrar que Umuarama é polo regional e recebe pacientes de várias cidades. Com parte da macrorregião Noroeste, pode ter leitos requisitados para pacientes das regiões de Cianorte, Paranavaí, Campo Mourão e até Maringá, se houver necessidade”, lembrou a secretária da Saúde, Cecília Cividini. 

O prefeito pediu empenho dos empresários para manter esse quadro. “Enquanto o sistema de saúde suportar o fluxo de pacientes, não há necessidade de medidas mais drásticas. Mas precisamos do apoio da população nas rotinas preventivas, no isolamento social, distanciamento, uso de máscaras – que é obrigatório – e higienização das mãos e objetos de uso comum, e o empresário tem um papel fundamental em controlar a situação dentro da sua empresa”, solicitou Pozzobom. 

O promotor público Marcos Antonio de Souza reforçou o apelo. “Devemos pensar em como ajudar mais. Apesar das dificuldades do momento, a situação pode piorar. Temos de cobrar postura preventiva dos colaboradores, que evitem ir a bares após o expediente, não façam churrascos nem aglomerações, usem máscara, mantenham o isolamento em casa e o distanciamento. Se um trabalhador se contaminar, pode comprometer o funcionamento de toda a empresa”, alertou. 

HORÁRIO 

Os donos de restaurantes relataram dificuldade com o atendimento por conta do horário de fechamento determinado pelo decreto 098/2020, que autoriza o funcionamento até as 22h com restrições e cuidados para garantir a saúde. Eles solicitaram que o horário seja estendido, para distribuírem melhor o fluxo de clientes e não deixarem ninguém sem atendimento. 

A questão será levada ao Centro de Operações de Enfrentamento à Covid-19 (COE) Municipal para deliberação e deve ter resposta nos próximos dias. O prefeito Celso Pozzobom pediu que os empresários do setor também reforcem as medidas preventivas contra o coronavírus, cobrem o uso de máscaras dos funcionários e conscientizem os clientes. 

A reunião desta terça-feira também contou a presença de representantes dos sindicatos patronal e dos trabalhadores no comércio.